Rede de Apoio

Um termo que encontramos bastante em textos sobre maternidade. São aquelas pessoas que ajudam a mãe nos primeiros dias, primeiras semanas ou até primeiros meses depois do parto, seja entregando uma comidinha saudável e deliciosa, cuidando do recém-nascido para que a mãe durma um pouco, dando colo pro bebê ou pra própria mãe, ajudando nos banhos, ouvindo, cantando uma música. A rede de apoio literalmente sustenta a nova mamãe enquanto ela se adapta e se reencontra, inclusive como mulher e profissional.

E de forma mais generalizada

Não precisamos ser uma mulher no pós-parto para precisar de uma rede de apoio. É essencial termos humildade suficiente para pedir ajuda. Em qualquer situação da vida. E tão essencial quanto isso é estarmos disponíveis para as pessoas que nos consideram parte de sua rede de apoio. Porque ninguém precisa passar por nada sozinho! Ninguém precisa dar conta de tudo sozinho! A rede de apoio nos dá segurança, não nos deixa cair, melhora nosso bem-estar, nossa qualidade de vida, nossa saúde física e mental.

E quem não está em busca disso tudo?

Quem faz parte da sua Rede de Apoio? Você sabe pra quem ligar nas suas horas de desespero? De ansiedade generalizada? De agonia? Estamos vivendo uma situação absurdamente complexa durante a pandemia: crianças sem escola, home office que chega a ser meio exagerado porque estamos mais disponíveis e todo mundo acaba marcando mais reunião por dia do que deveria, milhares de pessoas morrendo no mundo, atividade física inexistente ou reduzida, amigos em isolamento social, idosos da família escondidos a sete chaves, incertezas, fake news, mudanças. Muitas mudanças.

Como passar por tudo isso e manter nossa saúde mental?

Pare um pouco pra refletir sobre isso. Liste mentalmente o nome das pessoas com quem você pode contar. Depois pense em quem você acredita que conte com você. Talvez hoje seja um bom dia para mandar uma mensagem de acolhimento para esses nomes ou até para compartilhar suas angústias e fortalecer esse vínculo tão importante em nossas vidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *